TDAH - Família X Diagnosticado

May 19, 2018

Quando aceitamos o comportamento do portador de TDAH acontece um interessante paradoxo: o comportamento problemático diminui de frequência, intensidade e duração, porém isto não significa que o comportamento inadequado é aceito. Na realidade o portador é aceito pelo que ele é e pelo que pode ou não fazer em determinado momento. Também não quer dizer que o TDAH pode ser usado como desculpa para um comportamento inadequado ou desrespeitoso. Podemos e devemos responsabilizá-los pelo que fazem, mantendo uma posição de amor e apoio.

 

Sugerimos que toda família faça parte da solução do problema uma vez que toda família faz parte do problema. Busque uma forma eficiente de comunicação, por exemplo, lembretes amigáveis em quadros de aviso bem localizados na casa. A regra é a seguinte: “Se não me escreveu... não me disse”. Use como estratégia de memória e atenção.

 

É importante reconhecer que a falta de controle do portador de TDAH não é proposital e sim falta de habilidade em manter o controle interno.

 

Reforce positivamente o sucesso, assim o portador de TDAH se verá como sucesso e isso irá melhorar sua autoestima.

 

Deixe claro para o portador de TDAH o que se espera dele; pergunte se ele entendeu o que foi combinado. Com paciência, converse e negocie sempre. Sinalize os problemas, crie estratégias para evita-los.

 

Mantenha sempre o bom humor.

 

Ajude-o a lembrar de usar a agenda, até que se torne um hábito.

 

Avise quando o portador de TDAH estiver com excesso de compromissos e ajude-o a verificar as prioridades e quais os compromissos ele deverá descartar.

 

Mantenha o ambiente familiar bem estruturado, seja companheiro de seu familiar TDAH na organização, crie ocasiões para a organização.

 

Reconheça que não é o portador de TDAH que não quer fazer as coisas, e sim que nem sempre ele consegue fazer as coisas da maneira que os outros esperam dele.

 

Ajude o portador de TDAH a interromper seu hiperfoco (excesso de concentração em algo de muito interesse a ponto de se tornar indiferente ao mundo que o cerca, porém não tem autocontrole), monitorando amigavelmente seus horários.

 

Peça gentilmente sua atenção se ele estiver fazendo mil coisas enquanto conversa com você, a maioria das vezes ele não percebe que faz isso.

 

Evite agir como comandante, através de constantes ordens e exigências.

 

Evite julgamento do tipo você está certo ou errado, é bom ou mal. Simplesmente negocie os objetivos novamente e quantas vezes for preciso.

 

Evite zombar e usar sarcasmo.

 

Saiba mais sobre o TDAH em adultos e seu tratamento clicando aqui.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Featured Posts

TDAH - 32 Sintomas de TDAH Adulto

May 16, 2018

1/3
Please reload

Recent Posts
Please reload

Archive
Please reload

Search By Tags
Please reload

Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Social Icon

© 2018 by Interstatus

Logo IS.png